CANTOPLASTIA

UNHA ENCRAVADA

Sofrer com uma unha encravada é algo comum para a maioria das pessoas que costumam usar sapatos apertados frequentemente, ou não tomam os devidos cuidados na hora de cortá-la. Justamente por parecer um problema corriqueiro e que, teoricamente, pode ser resolvido sem a ajuda de cirurgia, as pessoas passam muito tempo tentando se livrar do incômodo de maneira ineficiente e até mesmo sofrendo com uma afecção que tem cura efetiva.  Inclusive, basta a unha estar um pouco dolorida para se transformar em um verdadeiro pesadelo. A unha encravada é um problema muito comum que afeta tanto homens quanto mulheres, principalmente nas unhas dos pés, durante a juventude ou a vida adulta. Saber como desencravar unhas dos pés é uma dúvida que muitos apresentam no dia a dia.O termo médico para esse problema tão popular é onicocriptose, e quem acredita que a situação não merece atenção especial, está muito enganado. Afinal, além da dor desagradável na região, se a área não for cuidada corretamente, a unha pode infeccionar, levando a diversas complicações e, até mesmo, à necessidade de uma pequena cirurgia, feita rapidamente em consultório médico especializado, sob anestesia local, com uma simples solução e de rápida recuperação. Uma unha encrava pode parecer um problema simples à primeira vista. No entanto, a complicação pode trazer algumas consequências para a saúde e o bem-estar de quem é afetado. Pessoas que precisam trabalhar em pé o dia todo ou que, devido à atividade que exerçam, necessitam passar muitas horas com sapatos apertados e fechados, têm o conforto comprometido. Dessa forma, isso pode influenciar negativamente em seu desempenho profissional ao longo do dia. Além disso, pessoas que têm alguma doença ou condição que dificulta a cicatrização de feridas, como diabetes e imunidade baixa prolongada, correm o risco de ter inflamações que não fecham, levando à contaminação por fungos e bactérias. Habitualmente, manifesta-se através de dor, sensibilidade ao toque, vermelhidão e inchaço na borda lateral da unha acometida. Pode também ocorrer saída de líquidos inflamatórios no local e sangramento.  O incômodo se dá pela penetração da borda lateral da unha na pele do dedo, causando uma inflamação que leva à formação de um granuloma e, em alguns casos, a infecções oportunistas, fúngicas ou bacterianas, que podem piorar o quadro.

FATORES DE RISCO PARA UNHA ENCRAVADA

Os principais fatores predisponentes são: corte das unhas arredondado nos cantos, sapatos apertados com a ponta afunilada, contusões e traumas locais. Seja qual for a causa, a melhor terapia para a unha encravada é a Cantoplastia.

COMO É FEITO O PROCEDIMENTO?

A Cantoplastia é uma pequena cirurgia feita com anestesia local (troncular) na base do dedo acometido, sendo bem tolerada. O procedimento visa a remoção da porção lateral da unha, bem como a matriz e o granuloma ocasionado pela unha encravada, seguida de eletrocoagulação. Para evitar a ocorrência do quadro, é realizado também um peeling de fenol na matriz ungueal. É um procedimento definitivo que propicia um alívio rápido do desconforto.O pós operatório é simples: recomenda-se ao paciente que mantenha os pés elevados no dia da cirurgia e já no dia seguinte é liberado o uso de sapatos folgados. O alívio definitivo dos sintomas acontece na mesma semana, possibilitando ao paciente um breve retorno às atividades de rotina. Em poucos meses a unha retoma seu aspecto original.

Agência Digital em Florianópolis