Foliculite

Acne
10/03/2015
Rosácea
10/03/2015
Show all

 Foliculite

  • Consiste em uma infecção dos folículos pilosos, causada por bactérias, fungos, ou ainda, por outros fatores. A manifestação pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade ou suor, raspagem dos pelos ou depilação. Quando mais grave pode causar perda permanente do cabelo e cicatrizes.
  • Ocorre em criança ou adultos. Em mulheres mais comum na virilha e em homens na região da barba.
  • Os sintomas podem ser superficial ou profundo.

A  foliculite superficial são pequenas “espinhas” vermelhas, com ou sem pus. A pele pode ficar avermelhada e inflamada, sintomas como coceira e sensibilidade na região podem ocorrer.

  • A foliculite profunda pode se manifestar como furúnculos, podendo haver dores intensas e muita coceira. Os sintomas são lesões elevadas e avermelhadas (eritematosa) que podem ter pontos amarelo (pústulas) no centro. Em alguns casos, podem evoluir com cicatrizes atróficas como complicação.

 

Tipos de foliculites

 

Foliculite Estafilocócica: chamada como a “coceira do barbeiro”, pois no homem se manifesta na região da barba ou outra área raspada. É recomendado não raspar a barba durante a infecção, pois as bactérias estafilacocos (staphylococcus aureus) tem como porta de entrada uma ferida ou corte. Nesse caso o tratamento é antibiótico tópico (cremes), oral ( medicamentoso) ou os dois associados.

 

Foliculite decalvante:  é uma forma inflamatória  de alopecia cicatricial caracterizado por pápulas e pústulas  perifoliculares. Ocorrem com maior frequência no sexo masculino. Quase sempre um componente bacteriano desempenha um papel importante na destruição do pelo. Os sintomas são de pústulas foliculares associado a atrofia do couro cabeludo.  

 

Foliculite da barba (Pseudofoliculite da barba): afeta homens e é uma inflamação na região da barba. Os pelos crescem curvados e “entram na pele”, manifestando por  placas avermelhadas, inflamação, com inúmeras pústulas e crostas, causando até cicatrizes. O Dermatologista indica para prevenir, fazer a barba com água morna, massagear a barba antes de fazer, barbear-se no sentido do crescimento do pelo e barbeador elétrico seria uma outra opção.  Assim como hidratar após o término do processo.

 

Foliculite por pseudômonas (foliculite da banheira quente): Nas banheiras de hidromassagem existem as bactérias pseudomonas aeruginosa, estas causam erupções vermelhas, que coçam, e mais tarde bolhas com pus com manifestação entre oito horas e cinco dias após a exposição à bactéria. O tratamento dificilmente necessita de antibióticos, normalmente loções são usadas para aliviar as coceiras.

 

Foliculite queloideana da nuca: a doença se manifesta em homens afrodescendentes com formação de cicatrizes queloideanas. A causa é desconhecida, mas acredita-se que a irritação crônica ( o atrito da gola na nuca) e o encravamento de pelos grossos e curvados, podem estar relacionados com o desenvolvimento do quadro. Cabelos muito curto podem desencadear a doença com maior facilidade. As características são iguais as foliculites porém na região da nuca com o agravante da formação de abcessos e fístulas que eliminam pus.

 

Foliculite Pitirospórica: Atinge adolescente e adultos, são inflamações avermelhadas na região das costas e do peito que coçam, e podem manifestar também na face, pescoço, ombros e braços. A doença é causada por um fungo. O Dermatologista usa antifúngicos tópicos (cremes) e orais (medicamentoso) nesse caso.

 

Foliculite por gram-negativo: o uso prolongado de medicamentos, principalmente de antibióticos, podem desenvolver bactérias gram-negativas que causam as foliculites. Os sintomas desaparecem ao interromper a medicação e uso da terapêutica adequada para o caso.

 

Furúnculos e carbúnculos: é uma infecção causada por estafilococos . Os sintomas principais são edema, eritema e dor. Carbúnculo é o acúmulo de furúnculos, causando cicatrizes. Ocorrendo principalmente no pescoço, ombros, costas e coxas.

– Para aliviar os sintomas o Dermatologista drena com uma pequena incisão, diminuindo a dor e o estado inflamatório. O uso de antibióticos se faz necessário para resolução do quadro.

 

Foliculite eosinofílica: a causa é desconhecida. Atingem principalmente pessoas portadoras de HIV, os sintomas são pápulas avermelhadas e pústulas, estas quando se espalham deixa mancha mais escuras. O prurido (coceira) é sintoma importante.

– É realizado o uso de corticóides, medicamentos via oral (casos graves) e anti- histamínicos, além dos esteróides tópicos.

– O tratamento é realizado com medicamentos tópicos ou sistêmicos, conforme o tipo de foliculite .

Agência Digital em Florianópolis