Olheiras

Câncer de pele
10/03/2015
Dermatite seborreica
10/03/2015
Show all

Olheiras

  • A pigmentação escura ao redor dos olhos, que nos deixam com aparência de cansaço, são as famosas olheiras. Estas, na maioria das vezes, nem com corretivo melhora.

 

  • Podem ter origem genética, excesso de melanina, acúmulo de vasos e bolsas de gordura. Insônia e tensão podem acentuar a coloração escura na região das pálpebras inferiores.

 

  • A classificação dessas são:

 

[wc_accordion collapse=”0″ leaveopen=”0″ layout=”box”]

[wc_accordion_section title=”Olheiras Melânicas:”]

São acúmulo de melanina na pele, deixando um tom acastanhado;

[/wc_accordion_section]

[wc_accordion_section title=”Olheiras Genéticas”]

Essas são as mais difíceis a serem tratadas, pois o orifício do globo ocular é mais profundo.

[/wc_accordion_section]

[wc_accordion_section title=”Olheiras Vascular”]

Apresentam  tom azulado devido ao acúmulo de hemoglobina na região.

[/wc_accordion_section]

[wc_accordion_section title=”Olheiras Mistas”]

São a maioria das olheiras, a junção da olheiras melânica com a vascular.

[/wc_accordion_section]

[/wc_accordion]

 

 

  • Os tratamentos podem ser combinados ou individualizado conforme avaliação e orientação do dermatologista, com:

 

– Luz Intensa Pulsada;

– Carboxiterapia;

– Peeling;

– Laser;

– Preenchimento;

– Cremes específicos.

 

Os resultados podem variar de paciente para paciente e de maneira geral são lentos, mas com o tratamento adequado será possível a melhora do quadro.

 

Imagem9 Imagem10

Agência Digital em Florianópolis