DERMOABRASÃO PARA CICATRIZ DE ACNE

SOBRE A TÉCNICA DE DERMOABRASÃO

É uma técnica é moderna e consegue tratar até mesmo as cicatrizes mais profundas na pele. O método conhecido como dermoabrasão é radical e invasivo. Porém, ele promete resultados melhores do que outros tratamentos estéticos, como é o caso do peeling, do laser e das abrasões superficiais. Este tratamento deve ser feito por um cirurgião ou dermatologista especializado. Trata-se de um procedimento realizado por meio da raspagem das camadas superiores da pele, por meio de abrasão, com uma escova metálica ou um aparelho que emite partículas de diamante, até que a camada superficial seja removida, assim como as cicatrizes. O objetivo é fazer lixamento da pele para correção de alterações da sua superfície, como cicatrizes ou asperezas.

COMO É FEITO O PROCEDIMENTO?

Pode ser feito manualmente ou com o uso de aparelhos dermoabrasores(pequenas lixadeiras de alta rotação, semelhantes a um esmeril). O procedimento necessita de anestesia prévia e pode ser realizado no consultório ou em ambiente hospitalar, de acordo com as necessidades de cada paciente, o processo pode ser um pouco incômodo, mas o resultado é eficaz e altamente satisfatório.

OBJETIVO

A dermoabrasão de cicatrizes de acne promete acabar com as marcas de espinhas e cravos que insistem em tomar conta do rosto. O procedimento também pode ser usado para remover tumores pré-cancerígenos, denominados queratoses, e cicatrizes profundas de acne. A dermoabrasão pode ser realizada em pequenas áreas da pele ou sobre toda a face, podendo ser feita isoladamente ou, juntamente, com demais procedimentos tais como peeling químico. O tempo do procedimento e a quantidade de sessões serão determinadas pelo médico, a partir da profundidade da cicatriz e a área da pele em que ela está. Pode durar alguns minutos a duas horas. Após o procedimento, há vermelhidão e inchaço da pele, com formação de crostas nas áreas abrasadas e vizinhas. Essa vermelhidão é normal e esperada, e pode persistir por algumas semanas após o procedimento.

RESULTADOS

O colágeno continua a sofrer remodelamento até seis meses após o procedimento, isso que dará uma melhora global na textura da pele. Esse colágeno será o responsável pelo preenchimento de rugas e cicatrizes, porém é preciso saber que a necessidade de retoques deverá ser reavaliada constantemente. É importante seguir as recomendações médicas de evitar a exposição solar e utilizar filtros físicos e químicos após o procedimento para evitar o risco de manchas na pele. A dermoabrasão é um procedimento seguro quando realizado por um médico experiente. O risco mais comum é alteração na pigmentação da pele. Escurecimento permanente da pele pode ocorrer em alguns pacientes devido à exposição ao sol, nos dias, ou meses, após o procedimento. Por sua vez, alguns pacientes acham que a pele tratada fica mais clara. Pode ser que surjam pequenas espinhas após o procedimento, desaparecendo com o tempo, ou com o uso de esponja abrasiva ou sabonete (algumas vezes, o cirurgião terá de removê-las). Pode ser, também, que os poros da pele dilatem, retornando, geralmente, ao tamanho normal com a diminuição do inchaço. Mesmo ocorrendo raramente, infecção e cicatrizes podem acontecer. Alguns indivíduos desenvolvem tecidos de cicatrização em excesso (quelóide ou cicatriz hipertrófica), que podem ser tratados com aplicação ou injeção de corticóide para suavizar a cicatriz. Se você fuma, provavelmente, será solicitado que pare de fumar por uma semana, ou duas, antes e após a cirurgia, pois o cigarro diminui a circulação de sangue na pele e impede a cicatrização. Os riscos podem ser reduzidos se o tratamento for feito com um cirurgião plástico qualificado e se as orientações dadas por ele forem corretamente seguidas.

Agência Digital em Florianópolis