INTRADERMOTERAPIA CAPILAR

SUBSTÂNCIAS ATIVAS

A intradermoterapia capilar é um tratamento clínico no qual se aplica substâncias ativas diretamente no couro cabeludo, que controla ou interrompe a queda de cabelos e também estimula a nutrição e crescimento de novos fios. A queda de cabelo excessiva é uma patologia que afeta grande parte da população, inclusive as mulheres. Uma das formas de resolver esse problema e aumentar sua autoestima é investir na intradermoterapia capilar, um tratamento clínico que combina a aplicação de substâncias ativas no couro cabeludo para interromper a queda de cabelo. Nas regiões em que há falhas ou queda excessiva de cabelos, a intradermoterapia capilar, que também é conhecida por mesoterapia, aplica vitaminas e medicamentos específicos para o crescimento dos cabelos por meio de microagulhas, que agem diretamente nas raízes dos folículos capilares. A aplicação direta das substâncias ativas no couro cabeludo estimula também a produção de colágeno, altamente benéfico para o tratamento. Além de tratar a queda de cabelos, a intradermoterapia capilar ajuda a aumentar a espessura e o volume dos fios, deixando-os mais saudáveis e menos quebradiços, sendo indicada para mulheres que buscam a revitalização dos fios. Mas sua principal função é o controle da queda acentuada ou aguda dos cabelos, que podem ser causadas por estresse, alterações hormonais, tratamentos químicos ou falta de nutrientes na alimentação.

OBJETIVO

Tem como objetivo proporcionar uma alta concentração dos ativos administrados no local de ação, estimulando assim uma reação mais rápida do organismo. Comparando com a administração via oral, as substâncias injetadas pela via intradérmica não possuem o risco de serem metabolizadas antes de chegar ao local de ação, conseguindo assim uma distribuição pontual e efetiva, anulando os riscos de efeitos colaterais. A queda de cabelos é diminuída ou cessada devido a neutralização da dihidrotestosterona (DHT), que é o hormônio responsável pelo caimento dos folículos capilares. Essa injeção de substâncias ativas via intradérmica é extremamente eficaz no bloqueio do hormônio, pois age diretamente no local, complementando ou não o tratamento via oral, muito mais metabolizado e demorado por passar por outros órgãos do corpo humano. Esse tratamento, também conhecido como MMP (Microinfusão de Medicamentos no Couro Cabeludo), é um método clínico que consiste na aplicação de substâncias ativas no couro cabeludo, por meio de pequenas agulhas, com o objetivo de diminuir consideravelmente a queda de cabelo. Ainda, a técnica auxilia na nutrição dos fios e interfere diretamente no crescimento capilar, estimulando o progresso. Isso acontece porque existe uma alta concentração de vitaminas e minerais na mistura dos fármacos. A técnica garante bons resultados e atinge uma distribuição efetiva. O tratamento é feito com a aplicação de diversas microagulhas que penetram no couro cabeludo, de maneira superficial, injetando pequenas doses do medicamento — uma combinação de fármacos que permite a vasodilatação, o fortalecimento do bulbo capilar e o estímulo da produção de colágeno — na região selecionada. A quantidade de sessões depende do nível do desenvolvimento da alopecia. É importante ressaltar a necessidade de ter um acompanhamento médico de qualidade para realizar o tratamento. De acordo com uma pesquisa publicada no Surgical & Cosmetic Dermatology, a análise dos benefícios, eficácia e segurança da intradermoterapia, junto a uma análise profunda do paciente, é fundamental para atingir bons resultados. Além disso, um tratamento com um profissional qualificado reduz consideravelmente os riscos de desenvolver infecções no couro cabeludo, visto que é uma técnica que o deixa exposto.

Uma de suas principais vantagens é apresentar uma rápida resposta do organismo, já que o fármaco não precisa passar pelos mecanismos de absorção do corpo, sendo mais efetivo e seletivo, o que reduz consideravelmente os riscos de efeitos colaterais. Ainda, o método se mostra bastante eficiente no tratamento de cabelos que sofreram com químicas pesadas, como alisamento e descolorações. Isso porque a aplicação local influencia diretamente na síntese e formação dos fios, estimulando a produção de nutrientes e vitaminas essenciais para a formação de um cabelo bonito e saudável.

BENEFÍCIOS

– Controla e reduz a queda de cabelo;
– Diminui a alopecia androgenética;
– Acelera o crescimento do cabelo e estimula a produção de novos fios;
– Restaura e melhora a estrutura da haste capilar;
– Aumenta a densidade e o volume das madeixas;
– Contém a progressão da calvície (alopecia androgenética).

INDICAÇÕES

 – Prevenção e regressão da alopecia androgenética feminina e masculina;
– Tratamento de queda capilar de diferentes causas;
– Restauração de cabelos química e fisicamente danificados;
– Aumento da densidade capilar;
– Excesso de oleosidade no couro cabeludo;
– Dermatite seborreica;
– Pós-transplante capilar.

De acordo com cada caso e com o objetivo do tratamento são utilizadas associações de vitaminas, minerais, fatores de crescimento e substâncias consagradas no tratamento de alopecia, além do anestésico para bloqueio da sensação de dor. Estas substâncias são usadas com o objetivo de acelerar a fase anágena (crescimento dos cabelos) e diminuir a fase telógena (queda dos cabelos) do ciclo de crescimento capilar. As aplicações são realizadas com múltiplas puncturas superficiais e em pequenas doses por toda a extensão da região selecionada para o tratamento. A aplicação é rápida e bem tolerada em virtude da delicadeza das agulhas utilizadas. A combinação dos ativos e substâncias escolhidas com o efeito estimulante das picadas da agulha favorecem a vasodilatação e o fortalecimento dos bulbos capilares. As aplicações são divididas em 10 sessões semanais, porém a periodicidade pode variar de acordo com o caso de cada paciente. Alguns casos mais graves e persistentes podem exigir uma associação de tratamentos orais e/ou tópicos para aumentar a qualidade do resultado terapêutico. Tem indicação no controle de quedas acentuadas e agudas de cabelo (eflúvio telógeno agudo), oriundas de diferentes causas, como estresse, alterações hormonais, agressão física, tratamentos químicos e falta de nutrientes devido à má alimentação ou absorção. A intradermoterapia é a primeira linha em tratamento clínico para prevenção, estabilização e regressão da alopecia androgenética masculina e feminina. Possui ação efetiva sobre a dihidrotestosterona (DHT), contendo e reduzindo significativamente sua ação sobre os folículos capilares suscetíveis a sua atividade. Com isso, têm-se a redução expressiva na velocidade de expansão da alopecia bem como a estabilização do estado já avançado da perda capilar. Assim, se você está percebendo que seus cabelos estão caindo mais do que o normal e não sabe como resolver, talvez uma boa solução seja a intradermoterapia capilar. Tenha em mente, também, que casos mais graves podem exigir uma combinação entre as aplicações diretas e tratamentos orais com o intuito de potencializar um bom resultado. A intradermoterapia capilar é um tratamento eficaz contra a queda de cabelo e enfraquecimento dos fios, estimulando a produção de nutrientes e vitaminas essenciais para conquistar cabelos saudáveis. Lembre-se de procurar um médico dermatologista que tenha experiência na área para realizar o procedimento com segurança!

Agência Digital em Florianópolis