Técnicas para correção de cicatrizes e estrias

Biópsia de pele, unha e couro cabeludo
05/12/2016
Tratamento da unha encravada
Tratamento da unha encravada
05/12/2016
Show all

Técnicas para correção de cicatrizes e estrias

  • A cicatrização é o resultado de um processo de fechamento de uma ferida ou lesão. Inúmeros fatores podem determinar que uma cicatriz seja fechada de forma harmônica ou não;

 

  • Atualmente existem várias técnicas para corrigir as cicatrizes. As principais são placas de silicone, produtos tópicos, injeções de corticoides, Laserterapia e cirurgia para reparo da cicatriz;

 

  • As fitas de silicone são anatômicas e agem através da compressão da cicatriz. Por serem enriquecidas com óleo mineral, hidratam a cicatriz e inibem a coceira comum;

 

  • Os produtos tópicos ajudam a melhorar a textura e a clarear a cicatriz. Já as injeções de corticoide são indicadas para cicatrizes queloideanas em estágio inicial. A droga é injetada na lesão. Novas injeções podem ser aplicadas a cada quatro semanas;

 

  • A Laserterapia expõe a cicatriz ao Laser que a aquece e remove as camadas mais afetadas da cicatriz, o que permite a renovação celular na região. Já a cirurgia melhora a condição e a aparência de variados tipos de cicatrizes;

 

  • Microagulhamento para estrias e cicatrizes

 

  • As estrias são formadas a partir do rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada da pele. As estrias podem ser combatidas com alguns ácidos, responsáveis por reorganizar as fibras elásticas e diminuir o comprimento das estrias;

 

  • O tratamento de dermoabrasão também é indicado para tratar as estrias. Nele ocorre um lixamento da pele através de ponteiras de diamantes. O objetivo é promover a regeneração do tecido;

 

  • A intradermoterapia age através da aplicação de injeção ao longo das estrias com substâncias capazes de estimular a formação de colágeno e, assim, a regeneração dessa área.
Agência Digital em Florianópolis